Porto de Santos bate recorde na movimentação de cargas

O Complexo Portuário de Santos atingiu no mês de junho o maior movimento para o período já registrado, totalizando 9,8 milhões de toneladas. O porto ficou 5,4% acima do apurado no mesmo período do ano passado, com 9,3 milhões t, caracterizando o recorde anterior. O incremento de 8,1% verificado nas cargas de exportação (6,9 milhões t) contribuíram, significativamente, para esse resultado. As mercadorias de importação apresentaram redução de 0,7%.
 
As cargas conteinerizadas apontaram crescimento de 15,4%, em junho, totalizando 325,0 mil TEU. Os destaques entre as cargas de exportação ficaram com o complexo soja, crescimento de 18,9%, café em grãos, com 47,2%, gasolina, com incremento de 50,6%, e óleo combustível com alta de 85,1%. Entre as cargas de importação ganharam relevância o crescimento de 58,6% nas descargas de gás liquefeito de petróleo e 632,0% nas de nafta.
 
A queda de 6,1% no número de embarcações continua espelhando a chegada a Santos de embarcações de maior porte, graças ao aprofundamento que possibilitou a ampliação do calado operacional do complexo.
 
No acumulado do semestre, apesar da queda de 1,6% na movimentação de cargas no primeiro semestre em relação ao mesmo período do ano passado, decorrente do desempenho das exportações nos meses de janeiro, abril e maio, o movimento de cargas conteinerizadas, continua a crescer, chegando a 8,0%. Segundo o MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), o Porto de Santos movimentou no primeiro semestre deste ano cargas no valor de US$ 57,2 bilhões, que representaram 25,3% das trocas comerciais brasileiras. Desse total, US$ 28,6 bilhões foram no fluxo de exportação e US$ 28,6 bilhões no de importação.
 

Fonte: Guia Marítimo 

Voltar